PRIVILEGIADO

Amanheceu. Me acordam, fico na cama enrolando, demoro para despertar…

Já pronto, vou para a cozinha, tomo meu café com minha família, vou para a escola particular, estudo com professores (mestres e doutores), volto para casa de ônibus escolar, almoço todos os dias no mesmo horário, ligo meu vídeo game, depois tiro um cochilo a tarde, faço o meu dever de casa (caso eu fique com alguma dúvida, chamo o professor particular). Meu pai chega do trabalho, trocamos algumas ideias juntos, saímos para jantar com toda a família. Essa é minha rotina por anos e anos. Ela está terminando, estou no 3º ano do ensino médio.

(…)(…)(…)(…)(…)

Toda vez que acordo e me sinto mal, meus pais me levam para o hospital do nosso convênio. Passo por médicos excelentes, pego a receita, meu pai compra todos os remédios – assim que saio do hospital, tomo certinho (todos me ajudam a lembrar os horários dos remédios). Sempre que falto, a escola me envia a matéria do dia no meu e-mail. Só não abro todas as vezes porque prefiro passar a tarde jogando um pouco de play 4.

Até que enfim, chegou o final de semana. Vou sair com meus amigos para ver alguns filmes, comer hambúrguer no madeiro e comprar algumas roupas descoladas. As vezes acho meu final de semana tão repetitivo, mas tudo bem.

Rotina repetitiva… rotina de sempre! (…)

Ahhh… Abençoadas férias, estou esgotado. Não via a hora dela chegar. Meus pais estão inventando de viajar de novo para a Europa. Acho muito chato, eles ficam o dia todo no museu e comendo comida estranha. Queria, pelo menos, um MC Donalds. Eles falam que é importante conhecer a cultura dos outros países, mas eu cago pra isso. Sinceramente, acho chato demais essas viagens. Mas, pelo menos posso tirar onda com o meu feed; ele é todo internacional e descolado – isso dá muitos seguidores e curtidas (sem contar de quando eu posto algum story no Instagram, as pessoas vêm puxar assunto imediatamente. Só porque estou em outro país).

Fim das férias e o retorno das aulas. É batata! Sempre acontece a mesma coisa comigo. Não me sinto com disposição para fazer nada; é uma falta de vontade muito grande que me ataca – principalmente na hora de estudar. Para resolver isso, pai me leva no terapeuta a fim de saber o que acontece. Sempre reclamo, não vejo muito sentido em ir. Porém, quando as minhas consultas se tornam uma rotina, e o resultado é positivo. Ufa! Eu preciso estar bem, 100% bem. Estou na reta final da escola, e o meu sonho é passar na faculdade pública.

Ando estudando muito. Meu dia está completamente cheio. De manhã é a escola, de tarde o cursinho e de noite – não, de noite eu deixo para a diversão, se não eu enlouqueço. Meu pai compra várias apostilas para reforçar meu ensinamento, tenho inúmeras aulas com professores particulares. Enfim! A cada dia que passa, me sinto mais preparado e confiante.

Até que chega a hora da prova… Minha empregada me acorda no horário que pedi (porque sozinho não consigo e o despertador me deixa maluco), tomo um banho quente para relaxar, tomo meu café – preparado com frutas e cereais integrais, para eu não ficar ‘pesado’ na hora da prova. Meu pai me apressa, estou no horário de partir. Ele pega umas barrinhas para eu comer durante a prova, e a chave do carro para me levar (logico né, eu não sou maluco de ir de condução. Vai que o metro esteja lotado ou demore).

Prova (…)

AHH, que prova fácil, com certeza passei. Muito tranquila. Não vejo a hora de ter em mãos o gabarito final. Não vou nem olhar esses fakes que disponibilizam na internet, eles sempre estão errados.

No dia do resultado (…)

NÃO ACREDITO… NÃO PODE SEEER!!!!!!! ESSA MERDA DE PAÍS ME FERROU. CADA DIA COM UMA COISA DIFERENTE, ESTOU DE SACO CHEIO. COMO QUE PODE EXISTIR TAL ATROCIDADE? QUEM CORRIGIU ESSAS PROVAS? QUEM FOI O BURRO QUE IMPEDIU A MINHA ENTRADA? QUEM FEZ ESSAS QUESTÕES??? ENCHEM DE COISA NA PROVA E DEPOIS CORRIGEM DA MANEIRA QUE QUEREM. E O PIOR, PASSARAM VÁRIOS “DEPENDENTES DE COTAS”. QUEM INVENTOU AS COTAS? ESSES PRIVILEGIADINHOS FICAM ROUBANDO NOSSO LUGAR, NÃO FAZEM NADA DA VIDA E QUEREM FICAR NA MELHOR FACULDADE SEM ESFORÇO ALGUM. PELO AMOR DE DEUS, SÓ DEUS NA CAUSA. FOLGADOSSSSSSS. POR ISSO SÃO MISERÁVEIS, PORQUE VIVEM DE PRIVILÉGIOS. MERDA DE SISTEMA… MERDA DE VIDA.

Algum tempo depois (…)

Vou ter que me matricular aqui mesmo, não estou nem ai. Meu pai vai pagar esse curso. Ainda bem que ele pode, se não teria que fazer em faculdade de esquina e ser um qualquer.

Primeira semana de aula (…)

E o impossível acontece. Não acredito. Até que eu vejo mais bolsistas… até na faculdade paga. Eles não tem vergonha de roubar nosso lugares. Com essas bolsas exclusivas o preconceito é contra mim. Sistema de merda. Eles são privilegiados demais, eu sofro para entrar numa faculdade dessa, e esse povinho entra de primeira, sem dedicação? Só aqui mesmo.

(…) aguarde a continuação…

COTA NÃO TIRA LUGAR DE NINGUEM.

PRIVILÉGIO É NÃO SE PREOCUPAR COM NECESSIDADES BÁSICAS,

É TER SUA MENTE VOLTADA SÓ PARA O QUE VOCÊ DESEJA/ALMEJA… SEM COMPLICAÇÕES (OU OBSTÁCULOS) NA SUA VIDA.

PORQUE TEM ALGUEM TE DANDO TUDO.

É PODER TER AULA EXTRA QUANDO QUISER,

É TER ACESSO A OBRAS QUE A MAIORIA NÃO PODE TER,

É COMER SEM SE PREOCUPAR COM O AMANHÃ, NEM COM O FIM DO DIA.

É DECIDIR ONDE SAIR, É TER SUA FAMILIA A SUA DISPOSIÇÃO.

É SABER QUE, A QUALQUER MOMENTO, TEM ALGUEM PARA TE LEVAR NUM BOM MÉDICO.

E, QUANDO ELE PASSAR A RECEITA, VOCÊ NÃO VAI SE PREOCUPAR SE PODE OU NÃO COMPRAR O REMÉDIO.

EAÍ, QUEM É O PRIVILEGIADO…?

Anúncios

Deixe uma resposta